Matinal Jornalismo é contemplado em fundo de investimento do Google

O diretor-geral do Matinal Jornalismo, Filipe Speck, em reunião com parte da equipe de redação. Foto: divulgação / Grupo Matinal Jornalismo

Mais de 12 mil veículos de 103 países se inscreveram para receber recursos do Fundo de Auxílio Emergencial ao Jornalismo, do programa Google News Initiative. No Brasil, apenas 380 empresas de comunicação de caráter regional foram escolhidas, entre elas, o jornal porto-alegrense

O Grupo Matinal Jornalismo, de Porto Alegre/RS, foi um dos veículos brasileiros contemplados para receber recursos do Fundo de Auxílio Emergencial ao Jornalismo, criado pelo programa Google News Initiative. A proposta do Google é socorrer os veículos de comunicação de pequeno e médio porte, com caráter regional, que estão sendo impactados economicamente pela pandemia.

Cerca de 12 mil veículos de comunicação em 103 países se inscreveram no programa do Google News Initiative, lançado em abril. Em todo o mundo foram contempladas mais de 5.300 pequenas e médias redações – destas, apenas 380 são brasileiras –, que receberam entre US$ 5 mil (R$ 26,5 mil) e US$ 30 mil (R$ 159 mil). O edital exigia que os veículos correspondessem a uma série de critérios, dentre eles: ser uma organização local de mídia com produção de conteúdo original hard news, com presença digital e redações constituídas de 2 a 100 jornalistas em tempo integral. As quantias recebidas variam de acordo com a região atendida e o porte dos veículos.

Para Filipe Speck, diretor geral do Grupo Matinal Jornalismo, a escolha do veículo de Porto Alegre pelo programa Google News Initiative é um estímulo para toda a equipe, que está engajada em fazer uma cobertura dos impactos locais da pandemia e jogar luz às soluções para os problemas sociais daqui para frente. “Mais do que o alívio financeiro, estar entre os jornais escolhidos pelo fundo é um reconhecimento de que o nosso modelo de informar é eficiente e inovador.” O investimento vai servir para reforçar a cobertura nos temas centrais para a cidade, como as eleições municipais e o plano diretor.

Um dos critérios para a seleção dos veículos foi o modelo de cobertura sobre a pandemia do novo coronavírus. Em maio, o Matinal Jornalismo criou o Zap Matinal, um serviço temporário de notícias via WhatsApp, com uma linguagem simples e áudio, que tem alcance em comunidades periféricas. O Zap Matinal é viabilizado em parceria com a ONG Moeda do Bem e com recursos do Consulado dos EUA em Porto Alegre, que entendeu o serviço como uma iniciativa de excelência para informar a população sobre o coronavírus e seus impactos na saúde, na economia e na vida dos porto-alegrenses.

Atualmente, o Matinal Jornalismo trabalha para atrair investidores para acelerar seu crescimento, garantindo, assim, a sustentabilidade do negócio e permitindo que mais profissionais possam se juntar à equipe, ampliando a cobertura de notícias locais para oferecer um serviço jornalístico ainda mais qualificado.

“O noticiário local é um recurso fundamental para que pessoas e comunidades se mantenham conectadas quando tudo vai bem. No momento atual, ele desempenha um papel ainda mais importante na cobertura de situações de quarentena, distanciamento social ou isolamento total em determinadas regiões; do fechamento de escolas e parques; e na divulgação de informações sobre os impactos do coronavírus no cotidiano dos cidadãos”, explicou Richard Gingras, vice-presidente de Notícias do Google, em anúncio oficial de lançamento do programa.

O Grupo Matinal Jornalismo surgiu em 2019 da união entre a Matinal News (uma newsletter diária com as principais notícias de Porto Alegre e do RS), a revista digital Parêntese (editada pelo professor Luís Augusto Fischer e focada em entrevistas, reportagens, ensaios, resenhas e crônicas) e o site rogerlerina.com.br (editado pelo jornalista Roger Lerina, com notícias de arte e cultura, artigos, críticas e uma apurada agenda cultural de Porto Alegre e região).

Os veículos do Matinal Jornalismo produzem e entregam, via newsletters para assinantes, conteúdos locais exclusivos sobre desenvolvimento social e urbano, política, cultura e identidade, com contexto, equilíbrio e independência para oferecer uma abordagem crítica dos fatos. Com sede na cidade de Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul, o Matinal Jornalismo traz o aspecto local para a dimensão global, com uma visão cosmopolita e tendo como horizonte a humanidade. Cultivar a pluralidade – seja ao divulgar um amplo espectro de opiniões, seja ao focalizar mais de um ângulo da notícia – e praticar um jornalismo de excelência são valores do Grupo.

O Grupo oferece aos leitores planos de assinaturas premium mensais, semestrais e anuais, além de atuar na criação de produtos de comunicação para marcas e empresas, com aplicação de expertise tecnológica e jornalística para branded newsletters.

Hoje, o Grupo conta com uma equipe de 15 profissionais qualificados, entre editores, repórteres, designer e social media, além de um time de renomados colaboradores que produzem textos, ensaios, fotografias, desenhos e reportagens com temas e visões que outros canais de informação não abordam. Sob a liderança de Marcela Donini, editora-chefe do Matinal Jornalismo, integram a equipe os repórteres da Agência Fronteira, capitaneada pela jornalista Silvia Lisboa, a chefe de reportagem Naira Hofmeister.

Meu Livro, Minha Doação

O Matinal Jornalismo também busca aproximar-se da comunidade realizando iniciativas como a campanha de doação de livros, que aconteceu em maio. Com mais de 500 exemplares distribuídos junto com cestas básicas para moradores do Morro da Cruz, em Porto Alegre, a campanha Meu Livro, Minha Doação foi organizada em conjunto com a ação Moeda do Bem e mobilizou vinte escritores e três editoras de Porto Alegre a ofertarem publicações de sua autoria, entre eles Cíntia Moscovich, Diana Corso, Diego Grando, Luis Fernando Verissimo, Luiz Antonio de Assis Brasil, Martha Medeiros, Miguel da Costa Franco e Rafael Guimaraens.

Este texto faz parte da edição 14 da revista Parêntese, publicada em 29 de fevereiro de 2020.

A revista digital Parêntese é enviada todos os sábados aos assinantes premium do Matinal Jornalismo. 

Para receber a próxima edição, assine o Matinal. Assim você apoia o jornalismo de Porto Alegre e receba todos os nossos produtos.

Receba as newsletters do Matinal! De segunda a sexta, trazemos as principais notícias de Porto Alegre e RS. Na quinta, enviamos uma agenda cultural completa por Roger Lerina. No sábado sai a Parêntese, com reportagens, entrevistas e análises exclusivas.